top of page

DEPRESSÃO NÃO É FRESCURA!

No Brasil há aproximadamente 11 milhões de pessoas diagnosticadas com depressão.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS):

- Brasil é o segundo país das Américas com maior número de pessoas depressivas, em primeiro lugar temos os Estados Unidos.

- Depressão é a doença mais incapacitante do mundo e a segunda principal causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos de idade.

Apesar do grande número de casos menos da metade dos diagnosticados está em tratamento. Se você conhece alguém que tenha sintomas de depressão talvez seja importante orientá-la a buscar ajuda profissional. Quem sabe é esse o “empurrãozinho” que falta para a decisão de procurar orientação.


ALGUNS SINTOMAS DE DEPRESSÃO

- Sensação de tédio e desconexão – falta de interesse em atividades que antes eras interessantes. atividades rotineiras deixam de fazer sentido e nada traz sensação de empolgação;

- Irritação – falta de paciência e irritabilidade com coisas que antes não incomodavam;

- Alterações de sono: sentir muito sono, vontade dormir o tempo todo ou insônia;

- Alteração de apetite: não ter apetite ou sentir fome o tempo todo, gerando ganho ou diminuição de peso repentino;

- Fadiga e desânimo: sensação de cansaço e falta de energia nas atividades do dia a dia. Parece que tudo fica mais difícil de ser realizado;

- Pessimismo: foco no lado negativo das coisas e sentimento de desesperança;

- Sentimento de culpa e inutilidade;

- Capacidade diminuída de pensar e se concentrar;

- Pensamentos suicidas;

- Apatia – neutralidade e indiferença, isto é, a ausência de emoção e motivação diante de diferentes situações que antes eram sentidas de outra forma.


Caso você se identifique com os sintomas descritos busque ajuda psicológica, lembrando que o diagnóstico é feito por profissional especializado.


DEPRESSÃO E SEROTININA

Depressão também está diretamente relacionada com a produção de serotonina. Ainda não há resposta ou estudos que estabeleçam uma causa específica para a diminuição desse neurotransmissor no cérebro. A Serotonina também está envolvida na regulagem do sono, apetite e humor e ela é conhecida por proporcionar a sensação de bem-estar.

Há algumas atividades que podem auxiliar:

1. Crie pequenas metas diárias, um passo de cada vez. Mesmo que você se sinta desanimado crie uma lista com tarefas rotineiras a serem realizadas e vá “ticando” cada uma delas no seu dia;

2. Pense em algo que você fazia e te trazia bem-estar. Tente retomar alguma dessas atividades de maneira rotineira: pode ser uma caminhada, dançar, leitura, tocar algum instrumento, cantar, pintar....

3. Procure uma rede de apoio: invista nas suas amizades, parentes ou alguém que te faça sentir bem;

4. Busque ajuda profissional.


Andrea Felis

@makemovemind

2 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page